quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Começando a se alimentar bem!



Todos sabemos que comer de forma mais equilibrada pode contribuir para melhorar a saúde, a disposição, o sono, o humor, controlar o peso e de um modo geral, para o bem estar.
Mas quando pensamos em melhorar a alimentação, pensamos também que isso pode siginificar abrir mão daqueles "alimentos" que mais gostamos ou até mesmo termos que nos privar daqueles momentos em família ou com os amigos, normalmente regados a comidas mais calóricas acompanhadas de bebidinhas também calóricas e de guloseimas que podem nos fazer perder a cabeça!
Quem também nunca resolveu começar uma "dieta" (sou muito cuidadosa em utilizar este termo, já que de cara siginifica - NÃO PODE!) na segunda feira e no final do dia já não tinha desistido?
Então, que tal mudar seus conceitos?
Comer bem não significa (de certa forma) nada disso.
Informações sobre alimentos funcionais, dietas da moda, receitas milagrosas, chás que emagrecem, "doces que não engordam", estão em diversos lugares, acessíveis a todos.
Mas o que realmente funciona? Será que realmente funciona para todos? Quanto de tudo isso é verdade ou mentira, vai do nosso bom senso. Vamos aos fatos, chás não emagrecem, não existem doces que não engordam, pizza e cerveja ou vinho podem fazer parte de uma alimentação saudável, e dietas só funcionam quando FAZEMOS a dieta, ou seja, bom senso é a chave para comermos bem e sermos felizes!
Vou tentar (devagar é claro) porque as informações são muitas, escrever um pouquinho da minha experiência do que pode dar certo (algumas coisas funcionam para algumas pessoas e para outras não), e do que realmente pode atrapalhar o caminho para uma alimentação melhor e mais saudável!
Mas seguem algumas perguntas para que possam analisar como anda sua alimentação!

* Costuma beber uma média de dois litros de água por dia?

* Come com intervalos regulares (pelo menos a cada quatro horas)?

* Come frutas, verduras e legumes diariamente?

* Costuma sentir-se "cheio" após as refeições?

* Come frituras, produtos industrializados, salgadinhos e consome bebida alcoólica com frequência?

* É viciado em algum tipo de alimento mesmo sabendo que pode não fazer bem para a saúde?

Pronto! Respondendo a estas perguntas (e enviando seu comentário), podemos falar sobre os erros mais comuns que podem fazer toda a diferença na hora de escolher uma melhor maneira de começar a se alimentar bem!

Abraços a todos!

2 comentários:

  1. Bem, enquanto escrevo, tô com uma garrafa d´água à minha frente. Da sua lista de coisas saudáveis, é o que mais faço. Já das suas perguntas não-saudáveis, ai, ai... Deixa pra lá!

    Estarei sempre antenada com suas dicas e pretendo colocá-las em prática. Você foi a pessoa que mais me fez emagrecer de maneira tranqüila e eficaz (o que não signfica 'rapidamente', porque isso é um mito que vc poderia abordar entre seus temas - perda rápido, retorno rápido também...), sem que eu desejasse cortas os pulsos. Pena que eu não tenha conseguido manter o peso que atingi, porque problemas emocionais fizeram com que os ponteiros de minha balança disparassem (taí outra sugestão: como não atacar uma lata de leite condensado a cada decepção que a vida te manda). Mas, nesse momento, tô de novo na luta. Iniciei na academia na semana passada e estou tentando mudar meus hábitos alimentares... Conto com seu blog pra me ajudar!

    Beijos grandes!

    ResponderExcluir
  2. Quale Claudinha, vou responder mas não quero ficar mais magro, apenas manter a forma e me alimentar bem.

    - Bebo basante agua, mas não sei se chego a dois litros por dia.
    - Não como a cada quatro horas, belisco bastante durante as refeições.
    - Frutas diariamente, legumes não.
    - Não como até ficar cheio, como o suficiente.
    - Como salgadinhos e produtos industrializados mas não exageradamente, bebida é mais dificil.
    - Meu vicio é chocolate, nos dois sentidos (hahaha)
    beijos e parabens pelo blog

    ResponderExcluir